Iluminação para cozinha: Dicas e inspirações fantásticas!

Torne sua cozinha mais agradável, confortável e funcional com a iluminação!

iluminação é um elemento importante para tornar uma cozinha moderna. A iluminação para cozinha torna a sua casa mais agradável, confortável, funcional e interessante. Contudo, apenas quando bem realizada.

Assim como outras partes da casa, é importante existir um projeto de iluminação para cozinha. Uma boa iluminação para cozinha com gesso gera um efeito positivo no quesito funcional e estético.

Mas como iluminar a cozinha? Leia atentamente cada tópico deste artigo para compreender cada uma das dicas super especiais de iluminação para a cozinha!

Qual é a importância e impacto da iluminação para cozinha?

A cozinha da casa é um espaço tão social quanto uma sala de jantar ou estar  e deve ter uma iluminação tão adequada quanto.
A cozinha é um espaço bastante movimentado por toda a família – e isso já reforça a importância de um projeto de iluminação para ela. É possível realizar o seu impacto através de três aspectos:

  • Segurança: uma boa iluminação evita acidentes com facas, cooktop ou qualquer outro item da cozinha;
  • Agilidade: uma iluminação bem localizada permite a realização de atividades mais rapidamente, pois há melhor visibilidade dos objetos;
  • Conforto: a luz torna o ambiente mais agradável numa refeição em família ou para receber convidados.

Todos esses efeitos podem ser sentidos dependendo de como iluminar a cozinha – e como você pode fazer isso?

Quais são as dicas de iluminação para a cozinha?

Esse espaço pode ter várias faces dependendo do tipo de iluminação que você adotar e até mesmo pela temperatura que você escolher. Com algumas dicas de iluminação para a cozinha, é possível montar ela do melhor jeito.

Confira agora como iluminar a cozinha!

Antes de tudo, luz quente ou luz fria?

Luz quente e luz fria são dois tipos de luzes que podem ser adotadas na cozinha, cada qual com um propósito:

  • Luz fria traz mais contraste ao ambiente, permite uma visão geral melhor e torna mais fácil encontrar objetos na cozinha;
  • Luz quente traz mais conforto, iluminando um ambiente para refeições rápidas e reuniões com amigos.

Por isso, a temperatura da cor impacta na sensação que você passa na cozinha – cabe ao seu gosto escolher.

Não deixe de fora a luz natural

Antes de falar da iluminação artificial, é importante que não ignore a luz natural. Ela traz economia de energia e ainda complementa a sua iluminação artificial, além de abrir espaço para a ventilação.

Fora que há outro aspecto relevante aqui: o visual que uma janela na cozinha traz!

Mais de uma fonte de luz

Uma única iluminação de teto na cozinha pode não ser o suficiente e ainda deixar o ambiente muito cansativo. Agora, pontos de luz embutidos em móveis e no revestimento valoriza o espaço e o deixa mais atraente.

Um exemplo são spots de luz na parede ou então luz embutida e fita de LED debaixo do armário, iluminando melhor sua pia ou bancada.

Use de iluminação embutida

Falando em luz embutida, usar spots ou fitas/perfis de LED no forro do teto, armários, prateleiras, divisórias e sobre as bancadas valoriza o revestimento da cozinha. Essas luzes embutidas complementam a luz geral no centro, não deixando a sua vista cansada.

Além disso, são mais eficientes para realizar tarefas rapidamente e de maneira segura. Também combinam com uma cozinha mais moderna, principalmente quando possuem controle de intensidade.

Tenha controle de intensidade

É importante que nem sempre a luz esteja forte ou fraca, mas sim na medida certa. Para isso, busque os dimmers, que são controladores de intensidade de luz que funcionam como interruptores na cozinha.

Eles são capazes de mudar o ambiente para algo mais aconchegante e também auxiliam na economia de energia.

Iluminação no teto da cozinha com luminárias retangulares

Para aumentar o alcance da iluminação no teto da cozinha, a melhor opção é o uso de luminárias retangulares. Como lâmpadas compridas, essas luminárias para cozinha têm um alcance muito maior de iluminação.

Dessa forma, você diminui o número de spots no teto, reduzindo tudo a uma única luz longa. É importante que tenha uma intensidade baixa, já que fica em áreas de circulação e alimentação (esses ambientes devem ser aconchegantes).

Além disso, você tem duas opções: iluminação embutida ou iluminação pendente.

Integração entre sala de jantar e cozinha: use da mesma temperatura 

Em iluminação para cozinha americana, onde ocorre integração entre sala e cozinha, é importante usar da mesma temperatura. Se busca conforto, use da amarela nessa integração. Se busca foco, use da luz branca para identificação do prato e de sujeiras.

E qual é o melhor tipo de iluminação? Pendentes. Utilize delas acima da bancada que integra a cozinha e a sala – respeitando distância de 0,9-1 metro entre o pendente e o tampo da bancada.

Além disso, escolha um pendente de tamanho proporcional ao da cozinha, de forma que não pareça deslocado do espaço.

Iluminação LED para cozinha: use de fitas!

No quesito iluminação LED para cozinha, usar de fitas de led é a melhor opção para criar continuidade de iluminação dentro e fora dos armários. Funcionando como “rasgos” em linhas paralelas, as fitas de LED podem:

  • Iluminar o interior de armários, ajudando na busca por ingredientes ou utensílios da cozinha;
  • Iluminar armários e prateleiras por fora, ajudando a encontrar utensílios e iluminando tarefas executadas na pia, por exemplo;

Iluminar bancadas

Como pode ver, assumem uma função de foco, tendo uma luz neutra/branca essencial para isso!

Como pode destacar os elementos da sua cozinha? 

Por fim, uma dúvida muito comum: qual é a melhor iluminação para destacar os elementos da cozinha? Uma ideia é o uso de trilhos de luz, que são acoplados no teto da cozinha e podem iluminar qualquer ponto.

Trilhos de luz possuem mais de um spot, podendo iluminar a pia, o balcão de refeições, um armário e por aí vai.

Além disso, utilizar das fitas de LED ou de spots embutidos em prateleiras, armários e bancadas também cria destaque nos elementos da cozinha.

Por fim, o uso de sanca fechada no forro rebaixado é uma forma interessante de valorizar as paredes. Por isso, é bastante recomendada como iluminação para cozinha com gesso, principalmente quando combinado com fitas de LED nos armários.

Conclusão

A verdade sobre iluminação é que toda cozinha pede por uma diferente. Por isso que é tão recomendada a presença de um profissional no projeto de iluminação da cozinha: com isso, você consegue obter a que melhor destaque os elementos do seu ambiente.

Na iluminação para cozinha, você sempre deve visar o conforto e a praticidade, além da harmonia do espaço. Dessa forma, você cria um ambiente que todos gostarão de passar e ficar por lá!

Quer ficar pertinho da gente e ainda saber, em primeira mão, as melhores novidades sobre decoração, arquitetura e reforma, além de receber ofertas exclusivas?
Enviaremos uma surpresa que te fará brilhar os olhos!"
Se inscreva em nossa newsletter!
Assine nossa newsletter :)