O que pode ou não colocar em um triturador de alimentos

O que pode ou não colocar em um triturador de alimentos

Conhecido como uma das invenções que trouxeram mais praticidade para o trabalho doméstico na cozinha, o triturador de alimentos divide opiniões, principalmente quando se trata de saber o que pode colocar nele.

Segundo alguns, o equipamento não é ecologicamente correto, além de ser perigoso. Para outros, a invenção do triturador trouxe exatamente um alívio ao meio ambiente, uma vez que processa pedaços grandes de resíduos sólidos que, portanto, não irão poluir o meio ambiente.

Porém, para sanar dúvidas e demonstrar com detalhes tudo que precisa ser dito sobre os trituradores de alimentos, criamos esse artigo.

Continue lendo e saiba o que colocar no triturador de alimentos, o que de fato é esse equipamento, se é seguro e muito mais!

Triturador de alimentos: o que é e como funciona

Tendo a sua invenção datada em meados de 1927, o triturador de alimentos é um equipamento um tanto quanto polêmico.

A peça, que tem forma de copo, fica instalada geralmente no ralo de pias de cozinha, servindo como uma seção entre o fim do ralo e o início do cano ou sifão que vem logo abaixo. 

Dentro do tubo do triturador, existe uma série de pequenos marteletes que são acionados por eletricidade e atuam esmagando os resíduos que ali caem.

Com isso, restos de alimentos como arroz, feijão, cascas de frutas e outros, ao passarem pelo equipamento, são de fato triturados e, com isso, não entopem a tubulação que segue até o esgoto.

Porém, apesar de ter uma nomenclatura auto descritiva e um funcionamento fácil de entender, muitas questões ainda rondam a cabeça daqueles que pensam em adquirir um triturador, como é o caso daqueles que querem saber o que colocar no triturador de alimentos.

Abaixo, respondemos essa e outras perguntas.

Trituradores são seguros? 

A resposta para essa questão é um revigorante sim.

Todas as empresas fabricantes de trituradores de resíduos alimentares são fiscalizadas rigorosamente, a fim de que seja aferido se estão seguindo as normas ou não. Dessa forma, é muito difícil que alguma peça saia com defeito de fabricação, ou que seja montada de uma forma errada.

Além disso, muitas pessoas nutrem medo dos trituradores por pensar que o serviço de trituração que o equipamento faz é a partir de facas ou lâminas afiadas.

No entanto, como já dissemos, a trituração é feita através de pequenos marteletes que existem dentro da peça e, ao serem acionados, giram muito rapidamente, despedaçando restos de alimentos em apenas alguns segundos.

Portanto, se você é uma daquelas pessoas que têm medo de trituradores por não achá-los seguros, pode ficar tranquilo.

Como usar um triturador de alimentos corretamente

Uma dúvida importante sobre trituradores de alimentos e que faz total sentido é sobre como operar o equipamento.

Para facilitar o entendimento, preparamos um tutorial simples de um passo a passo para utilizar a peça da melhor maneira. Veja:

  • Antes de lavar a louça, retire todos os restos de comida dos pratos e panelas, separando-os em um local;
  • Em seguida, abra a torneira com água fria e ligue o triturador;
  • Com a torneira ligada, jogue os resíduos alimentares no triturador e deixe que a máquina faça o seu serviço;
  • Quando notar que o triturador já acabou a trituração, deixe a água ligada por alguns segundos ainda, a fim de que a tubulação seja limpa.

Você pode lavar a louça antes ou depois de usar o triturador, mas jamais durante a utilização do equipamento.

O que pode ser triturado?

Fonte: Insinkerator

Aqui, vamos responder a famosa pergunta: o que colocar no triturador de alimentos?

Os trituradores de alimentos são projetados para despedaçar vários tipos de resíduos alimentares.

Dentre os materiais passíveis de trituração estão casca de ovos, restos de arroz, feijão, macarrão, vegetais, frutas e muitos outros tipos.

Contudo, como veremos a seguir, existem alguns tipos de alimento que não devem ser postos no triturador.

O que não pode ser triturado? 

Fonte: Insinkerator

Apesar de serem equipamentos muito eficientes e versáteis, os trituradores de alimentos não foram projetados para esmagar alguns tipos de resíduos. Além disso, o contato de algumas substâncias com esses equipamentos não é recomendado.

Alimentos que possuem muita fibra, como o aipo e talos de alface, por exemplo, não devem ser colocados no triturador, pois pode acontecer de o equipamento não conseguir processá-los.

Analogamente, é interessante frisar que o triturador de alimentos, como o nome já diz, foi feito para triturar alimentos. Dessa forma, restos de embalagens, pedaços de plástico e isopor, por exemplo, não podem ser colocados no equipamento.

Por fim, vale a pena lembrar que os fabricantes de trituradores não recomendam a dispersão de óleo vegetal e gorduras na peça, a fim de evitar falhas no seu funcionamento.

Quais cuidados devo ter? 

Por fim, algumas dicas de utilização de trituradores de alimentos não poderiam faltar.

Segundo a maioria dos fabricantes, os trituradores de alimentos são máquinas isentas de manutenção, exigindo apenas atenção na forma de uso.

Siga essas instruções e o seu triturador permanecerá funcional por mais tempo:

  • Jamais despeje na máquina os tipos de resíduos não recomendados;
  • Utilize o triturador com frequência, nunca o deixando parado por muito tempo;
  • Sempre utilize água fria para “lavar” a peça, após a sua utilização;
  • Leia atentamente os manuais que eventualmente acompanham o produto.

Os trituradores de alimentos são equipamentos seguros, que de certa forma ajudam o meio ambiente e duráveis. Entretanto, apenas uma utilização consciente pode garantir essas vantagens.

Quer ficar pertinho da gente e ainda saber, em primeira mão, as melhores novidades sobre decoração, arquitetura e reforma, além de receber ofertas exclusivas?
Enviaremos uma surpresa que te fará brilhar os olhos!"
Se inscreva em nossa newsletter!
Assine nossa newsletter :)