Skip to main content

O assento sanitário é um dos itens que precisam de atenção para garantir a segurança dos idosos. Existem, sim, alguns modelos específicos que podem facilitar a mobilidade e aumentar a independência no dia-a-dia dessas pessoas, de gestantes e de pessoas com deficiência.

Talvez você já tenha se deparado com os assentos sanitários elevados ou com abertura frontal, mas você entende quais são suas funções e quando eles devem ser utilizados? No post de hoje vamos te ajudar a entender mais sobre eles.

Qual o melhor assento sanitário para idoso?

Alguns cuidados devem ser levados em consideração na hora de escolher o assento sanitário dos idosos

Para começar, a escolha do material certo é indispensável para garantir a higiene da peça e a proteção do usuário. Os assentos produzidos com polietileno e polipropileno, também conhecidos como PE ou PP, são muito resistentes e duráveis, além de higiênicos e fáceis de limpar.

Para garantir a durabilidade dos materiais é importante que a limpeza seja feita com o lado macio da esponja ou algum tecido e sabão neutro. Não utilize produtos abrasivos porque estes, além de prejudicar a aparência, podem criar pequenas ranhuras no seu assento, que podem acumular bactérias e impurezas. Da mesma maneira, não recomendamos o uso de álcool e produtos químicos agressivos.

Outra dica interessante na hora de escolher assento sanitário para idosos é investir em peças que possuam trava lateral. Essas travas evitam a movimentação do assento durante o uso, aumentando o conforto e a segurança dos usuários.

Para que serve o assento sanitário elevado?

Em geral, a altura do vaso sanitário não faz tanta diferença para a maioria das pessoas. No entanto, para pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida (por diversos motivos) e idosos a altura do vaso pode, sim, ser um desafio. Isso porque a redução da força e do equilíbrio pode dificultar o movimento de sentar e levantar ali. Por isso, o assento sanitário elevado surge como uma solução simples e acessível para reduzir a distância entre o usuário em pé e o assento sanitário – ou seja, não é necessário se abaixar tanto no momento de sentar.

Mas o que é um assento sanitário elevado?

Como o próprio nome já sinaliza, este é um tipo que, quando instalado no vaso sanitário, faz com que a parte de cima fique mais alta que o comum. No mercado é possível encontrar modelos de diferentes alturas, como 7cm, 11cm, 13cm e 16cm e essa escolha depende da altura da pessoa que vai usá-lo.

O uso do assento sanitário elevado com idosos representa, além de mais segurança, uma proteção da independência e da autoestima dessas pessoas. Pense bem, essas pessoas tiveram uma vida de autonomia e, muitas vezes, passam a se encontrar numa situação de precisar de mais ajuda. Quando elas não gostam muito da ideia, podem tentar fazer tudo sozinhas e acabar se machucando, então o assento sanitário elevado é um detalhe simples que pode fazer com que eles tenham mais liberdade.

Por que o assento sanitário tem abertura frontal?

O assento sanitário com abertura frontal é uma opção para idosos ou com mobilidade reduzida consigam fazer a própria higiene ou para que uma terceira pessoa possa ajudar com isso.

Geralmente esse modelo é mais indicado para pessoas que realmente têm dificuldade em se movimentar.

Como evitar queda de idosos no banheiro?

Para complementar a segurança, além do assento sanitário, recomendamos o uso de barras de apoio nas proximidades da bacia sanitária.

De acordo com a NBR 9050/2020, que é a norma brasileira que regulamenta a acessibilidade em edificações e outros espaços, na bacia sanitária devem ser instaladas barras horizontais na lateral e na parte de trás. Essas barras devem ter um comprimento mínimo de 80cm e estar posicionadas a uma altura de 75cm do piso acabado  (medido a partir do eixo da peça).

Quanto às distâncias da barra para o vaso sanitário.

  • A distância entre o eixo da bacia sanitária e a face da barra lateral ao vaso deve ser de 40 centímetros.
  • A distância entre a barra de fundo e a parte de trás da bacia sanitária deve ser de no máximo 11 centímetros e se estender até, no mínimo, 30 centímetros do eixo em direção à parede lateral.

No entanto, caso não seja possível instalar as barras em paredes laterais, é permitido utilizar barras laterais fixadas na parede de fundo, sempre respeitando as exigências mínimas de resistência e as seguintes medidas: a distância entre a barra e o eixo da bacia deve ser de 40 centímetros e a sua extremidade deve alcançar 20 centímetros para além da borda frontal da bacia.

É importante destacar ainda que, ao usar bacias sanitárias com caixa acoplada, não se pode permitir que a caixa seja utilizada como apoio, sendo necessária a instalação da barra de apoio na parede do fundo. Nesses casos, a distância mínima entre a parte de baixo da barra e a tampa da caixa acoplada deve ser de 15 centímetros.

Se você quiser saber mais sobre as barras de apoio em outros locais do banheiro, leia nosso guia completo aqui no blog e veja o posicionamento das barras e medidas exigidas por norma.

Ficou alguma dúvida?

Pode deixar nos comentários, que vai ser um prazer ajudar você a cuidar de quem ama. 
Acesse o site da Liven Casa e confira nossas opções de assentos sanitários e barras de apoio.

E aí, este post te ajudou? Conta aqui pra gente nos comentários 💛